Tag: Pekka Rinne

Puck na cara #5 – Stanley Cup Playoffs #2 e A Grande Final

Puck na cara #5 – Stanley Cup Playoffs #2 e A Grande Final

Olá caros leitores do Puck Brasil! No dia em que se inicia a final, depois de ter falhado miseravelmente nos palpites da primeira rodada e sofrer com a famosa falta de tempo, eu, Lucas Mendes, estou aqui de volta pra falar sobre os amados playoffs da NHL, mas antes de tudo, quero mandar um TANKA MAIS pro meu caro amigo Canuck, Andrei Henrique.

Embora esses playoffs estejam levemente manchados por erros crassos de arbitragem, que definiram o andamento de algumas séries, tivemos duas ENORMES surpresas, uma pipocada que todo mundo espera (alô Capitals), além da volta dos canadenses, que ficaram fora na última temporada, chegamos ao clímax, a grande final, onde um time chorará, e outro alcançará a glória máxima do hóquei, inclusive, podendo ser um campeão inédito.

Destrinchando um pouco, vamos falar primeiro da conferência Oeste, onde tivemos a maior surpresa talvez da história da NHL. Quem, em sã consciência apostaria que o último time a se classificar aos playoffs anularia totalmente e varreria o melhor time classificado em sua conferência? Sério, aplausos de pé para o Nashville Predators. Enquanto isso, o Chicago Blackhawks ficou só na espera de #OneGoal em casa. No outro lado dessa chave, tivemos outra varrida, mas nesse caso, teve muita polêmica. O Ducks varreu o Flames sim, mas erros de arbitragem nos três primeiros jogos colocaram em dúvida o resultado da série. Ainda nesse lado, tivemos o Oilers vencendo uma série de playoffs depois de 800 anos em rebuild e tank. Na segunda rodada ainda tivemos Ducks vencendo jogo 7 em casa (!!!) e o Predators vencendo o Blues. Na final de conferência, vimos o Predators chegando na grande final pela primeira vez na história. Smashville tem plenas condições de festejar como nunca visto antes. Só precisam de mais 4 vitórias.

PKSubWF
PK e Nashville estão como predadores em busca da taça. (Foto: Frederic Breedon/Getty Images)

Do lado leste, quem apostava no Ottawa Senators? Passando pelo Bruins e pelo Rangers, que eliminou Carey Price e cia na primeira rodada (PK Subban está assim: minha ex tá bem, só não está melhor que eu), mas parou no 2º overtime do jogo 7 na final de conferência contra o Penguins, que passou da sensação Blue Jackets e mais uma exaustiva vez, contra o time da pipoca anual, o Washington Capitals (Ovie nunca vai ganhar uma Stanley Cup mesmo, infelizmente) que tinha vencido o Toronto Maple Leafs, com sufoco. O Penguins volta a final e vai defender seu título, querendo levantar a Stanley pela 5ª vez.

SidEF
O olhar de quem quer levantar mais uma taça. (Foto: NHL)

O Penguins vem com certo favoritismo nessa final, pelo fato de ser um time mais acostumado com finais e mais experiente nos playoffs. Do outro lado, o Predators vem com o apoio imenso da torcida, que parece uma torcida sul-americana em jogo de libertadores, além de ter um baita goleiro em Rinne, uma defesa extremamente sólida liderada pelo negro maravilhoso PK Subban, sem falar no bom ataque.

A defesa deve ser o fator desequilíbrio, o que pode decidir o campeão nessa final. O Penguins sofreu bastante com erros defensivos nesses playoffs e precisa que seus 3 pares joguem de maneira sólida, evitando erros e impedindo o bom ataque de Smashville.

YellowSC
Quem comemora? Quem chora? A final começa HOJE (29/05)! (Foto: NHL)

Mas, cá entre nós, temos uma certeza. A Stanley Cup desse ano, com certeza será amarela.

20 Minutos – Edição 8!

1. Talvez eu não fale mal do Canucks no 20M dessa semana. Só talvez.

2. Wayne Gretzky aparecerá no episódio do dia 11/12 dos Simpsons, sitcom americano mais longo da história com mais de 600 episódios e na 28* temporada. O grande #99 será o primeiro jogador de hóquei a ter sua voz emprestada ao personagem da série. Outra participação indireta de um jogador da NHL no seriado foi a de Gordie Howe no episódio “Bart the Lover” do dia 13/02/1992.

image
The Great One na cidade mais famosa do mundo! (Créditos: NHL.com)

3. Em entrevista, Al Jean (produtor executivo dos Simpsons desde 1998) disse: “As pessoas questionam muita coisa mas elas nunca vão questionar quem é o maior jogador de hóquei da história. Sempre será ele. Eu não sei se alguém será melhor em alguma coisa como Gretzky foi jogando hóquei. Ele tinha muitas belas histórias e foi um prazer muito grande o conhecer”. Essa é sem dúvidas a primeira das muitas ações da qual Gretzky participará para “vender” o esporte para o mundo e consequentemente “vender” a NHL, já que o camisa #99 foi escolhido o embaixador oficial do centenário da liga.

4. Coisas interessantes sobre Eric Lindros. Durante a coluna que fiz sobre ele (e que ficou muito bom, recomendamos!) acabei achando duas coisas interessantes de se pensar sobre. Em matéria de 24/06/1992 do New York Times, o jornal especulava que o Rangers mandaria um pacote com o goleiro John Vanbiesbrouck, o defensor James Patrick e os atacantes Tony Amonte, Sergei Nemchinov, Alexei Kovalev e Doug Weight. Como amamos conspirar coisas, mesmo elas tendo acontecido 24 anos atrás, vamos nessa: Nemchinov e principalmente Kovalev foram peças importantes para o título de 1994, James Patrick foi a peça que o Rangers envolveu no escambo para adquirir Steve Larmer para New York, Doug Weight foi mandado para Edmonton por Esa Tikkanen (também participou do título) e Tony Amonte foi para Chicago por Brian Noonan e Stephane Matteau (caso você queira descobrir a importância do último para a conquista, veja o vídeo abaixo). Vale a pena conspirar: É impossível negar que uma espinha dorsal com Mike Ricther, Brian Leetch, Sergei Zubov, Adam Graves, Mark Messier e Eric Lindros ganharia uma Stanley Cup ou pelo menos chegaria perto. A pergunta é, se essa troca tivesse ocorrido, 1994 aconteceria?

5. Apesar dessa parecer conspiração, é verdade mesmo. Matéria do Sam Carchidi para o Philadelphia Enquirer, Lindros revelou ao repórter que logo depois do jogo dos veteranos no dia 31/12/2011 no Citizens Bank Park (dois dias antes do Winter Classic de 2012) que Paul Holmgren (GM do Flyers na época) perguntou ao center se ele desejaria voltar ao time. “Você está louco?” foi a pergunta alegre e feliz que Lindros fez a Holmgren. Perguntado se ele considerou aceitar a proposta de retorno, Eric respondeu: “Oh, God! Oh!!!!”. Talvez isso seja um não.

6. Já pensando nas indicações do Hall da Fama pra 2017, contando com a entrada de Teemu Selanne, vale a pena ficar de olho (e torcer) para que Mark Recchi e Dave Andreychuk consigam suas indicações.

7. Então, o que dizer de Michael Grabner que tem mais gols que Alex Ovechkin e está quase na liderança da liga em tentos marcados? Not too bad.

8. Em notícias não diretamente ligadas ao gelo, Erik Karlsson pediu sua namorada em casamento usando una pizza para “apoiar” as alianças do pedido. Felicidades ao casal!

image
Pizza premiada! (Créditos: Instagram)

9. Voltemos ao gelo. A próxima terça-feira será de festa e alegria para Las Vegas e para a NHL, finalmente a franquia revelará seu nome e jersey para o mundo. Estarão no evento o dono do (Gold ou Black ou Desert) Knights Bill Foley, o comissário Gary Bettman e o GM da equipe George McPhee. Pode-se esperar que o uniforme tenha um cinza bonitão e que Knights deve estar no nome. Pode-se esperar também muito trabalho do time de scout comandado por McPhee, já que um dos objetivos é conseguir um time vencedor em um curto prazo. Para isso, SEIS scouts do time de Vegas estavam no Verizon Center na última sexta para acompanhar Washington Capitals e Detroit Red Wings.

10. Em entrevista alguns meses atrás, George McPhee falou sobre as expectativas de construir a identidade de um clube no lugar de chegar e ter de resolver problemas e depois colocar seu próprio estilo. Nessa entrevista, o GM do Knights (?) relata que entre os contatos que teve com outros profissionais sobre a experiência de construir a identidade de uma equipe, incluindo uma frase de David Poile (GM do Nashville Predators) que disse que todos os GM’s seriam legais com ele porque a competição entre eles ainda não começou. Pra ser honesto, a última pergunta da entrevista me chamou a atenção. Questionado se a nova arena do time (T-Mobile Arena) iria atrair os jogadores para Vegas, McPhee respondeu: “Esse é um mercado e será uma franquia que será bastante atrativa para os jogadores. Cerca de 40 milhões de pessoas visitam Las Vegas por ano. Nós temos mais de 700 jogadores na NHL e deles, de 80 a 100 são jogadores de elite. Talvez menos que isso, entre 50 e 60. Nós só precisamos que 5 ou 6 deles venham para Las Vegas. Nós só precisamos de 5 ou 6. […]. A arena estará cheia. Então porque não tentar armar uma boa equipe que consiga chegar aos playoffs no primeiro ano? Nós seremos espertos. Nós não faremos nada idiota, não faremos trocas ruins ou nada disso mas nós podemos ser muito bons, um time competitivo e com bons jogadores jovens desde o começo. Sim, eu acredito”.

image
McPhee e Bill Foley, dono da franquia. (Créditos: Vegas Hockey)

11. Vale chamar atenção para três coisas. Apenas o draft de expansão vai mostrar qual o conceito pensado por George McPhee em relação a jogadores de elite e quais destes ele conseguirá, lembrando que todo time vai perder um jogador e as franquias podem proteger 7 atacantes, 3 defensores e um goleiro OU 8 patinadores (independente de posição) e um goleiro. Vale a pena pensar também se McPhee vai querer ir pro draft de expansão já com um treinador. Apesar da resposta parecer lógica, é justo lembrar que conseguir um treinador que implemente uma identidade nova para um time novo é complicado. Baseado nisso, tenho minhas duvidas se Ralph Kruger (treinador do time europa na copa do mundo) não está muito alto na lista de McPhee. Por último, falando em listas, ficarei surpreso se Marc-Andre Fleury ou Rick Nash (caso não sejam protegidos) não estiverem na lista de “elite players” que McPhee deseja ter.

12. Outras notinhas sobre expansão: Russell Wilson, QB do Seattle Seahawks, se juntou ao grupo da Sonics Arena para tentar levar a NBA e a NHL para a cidade, reforço de peso na briga pela franquia #32 da NHL. Notinha 2: Como é de moda, chegou a especulação anual sobre o futuro do Carolina Hurricanes. A NBC especulou que Peter Karmanos Jr. estaria considerando vender a equipe, mesmo que o comprador queira mudar o time para (cof cof QUEBEC QUEBEC QUEBEC QUEBEC cof cof) outro lugar. Ron Waddell, presidente do Hurricanes, disse que o time continuará onde está mas admitiu o seguinte: “Posso confirmar que tivemos algumas perdas financeiras muito grandes no passado. Essas perdas foram muito menores no ano passado e esses números estão cada vez melhores”. É especulado que Karmanos está pedindo o valor mínimo de 400 milhões de Trumps para vender a franquia.

13. Olhem como ficou o visual de Matt Calvert  depois de tomar 36 pontos no rosto e marcar o gamewinner da vitória do Blue Jackets sobre o Rangers por 4-2 na última sexta.

image
Hard work pays off, literalmente! (Créditos: twitter)

14. Seu item sobre goleiros semanal que você ama: Pekka Rinne vem com uma porcentagem de defesas acima dos .960% nas últimas sete partidas, o renascimento do Predators passa muito por ele. Devan Dubynk lidera a NHL em porcentagem de defesas (acima dos .940%) e desde janeiro de 2015, lidera a NHL com 14 shutouts. E o atual vezina Braden Holtby está 7-1-0 nas últimas 8 pelejas com uma porcentagem de defesas de .942% e GAA de 1.61. (Estatísticas anteriores as partidas desse final de semana)

15. Allan Walsh é aquele tipo de agente mamãe, ou seja, tudo que seus filhotes (ou nesse csso, seus clientes) fazem de bom nos rinks do mundo ele joga nas redes sociais. Mas na última sexta ele confidenciou algo interessante para debates futuros. Walsh relatou que depois de conversar com muitos goleiros da NHL, disse que eles estariam bastante preocupados com os novos equipamentos, citando o fato de restrição de movimentos. E incluiu: “Os times da NHL deveriam estar MUITO preocupados sobre isso. A NHL está sacrificando a segurança dos goleiros para aumentar o número de gols”.

16. Especulações da semana: Adrian Dater mencionou que o winger Jarome Iginla poderia considerar abrir mão de sua cláusula de trocas buscando um escambo para um time que lute por playoffs caso o Avalanche não chegue lá. Apesar da idade. Iginla tranquilamente pode marcar 20-25 gols e ser útil em uma playoff run. Outro nome que passeou os rumores foi o do defensor Dougie Hamilton do Calgary Flames, já negado pelos dirigentes da equipe.

17. Outro nome que foi veiculado nos últimos dias foi o do winger Evander Kane e uma possível ligação com o Vancouver Canucks, rumor esse que foi discutindo mas acabou esfriando porque o Canucks não estaria disposto a pagar o preço que o Sabres deseja pelo winger. O polêmico jogador do Sabres esteve mais uma vez nas páginas dos jornais e sites por um fator “negativo”. Após a derrota do Sabres em casa para o Lightning por 4-1, Kane disse que o seu time estava se tornando uma piada na liga por simplesmente não conseguir marcar gols. Essa partida marcou a 5* seguida nas últimas seis que o time não marca mais de dois gols e o time não marca três ou mais desde 30/10. “Provavelmente tem uma piada passando na liga: Marque dois gols contra o Buffalo Sabres e você certamente vencerá o jogo”. Apesar de ser estatisticamente verdade (Sabres tem uma porcentagem de chutes certos de 5.22% em 823:22 de 5vs5, como efeito comparativo, o 2* pior é ironicamente o Canucks com 5.29% em 821:26, tudo isso antes das partidas do sábado), Kane teria outras diversas formas de chamar a atenção de seus companheiros.

18. Notas do editor
18a.De fato o Sabres jogou contra o Penguins na noite do sábado e só marcou um gol, de novo. MAS, graças a bela atuação de Anders Nilsson com 49 defesas e conseguiu vencer o atual campeão por 2-1 no shootout. As vezes as piadas te driblam.

18b. Os rumores sobre Dougie Hamilton só aumentam, incluindo uma proposta que o Toronto Maple Leafs teria feito pelo defensor.

18c. O Canucks chegou a liderar o Blackhawks por 3-0 depois de 40 minutos MAS acabou entregando a partida no último período e perdendo por 4-3 no overtime. Willie Desjardins is a sad man.

18d. Morte, impostos, outra vitória de Carey Price e outra vitória do Canadiens no Leafs. Toronto não ganha de Montreal desde a OPENING NIGHT  da temporada 2013-2014 (dia 01/10/2013). Desde lá, 12 derrotas seguidas. E o jovem Carey Price é o primeiro goleiro desde Ken Dryden em 1972 a não perder nenhuma de suas primeiras DOZE partidas no regulation time com a singela campanha de 11-0-1.

19. “Não foi um unicórnio que quebrou seu dedo no meio do período”. Essa frase saiu da descontente e quase raivosa boca de Brad Treliving, GM do Calgary Flames, falando sobre o dedo quebrado de sua estrela Johnny Gaudreau que deixará o camisa #13 fora de combate por 6 semanas. Treliving disse que segundo sua contagem, o astro tomou 11 (!!) slashes durante o jogo. Mas, de acordo com a contagem da SB Nation, “Johnny Hockey” tomou VINTE E UM SLASHES durante a peleja. 21. Sendo 14 deles só no primeiro período, incluindo 6 no shift que marcou seu gol (1-0 vitória do Flames) e 4 de Jason Zucker em dois shifts. Os slashes que mandaram Gaudreau para a IR foram os de número 19 e 21, ambos aplicados por Eric Staal. Apesar desses slashes serem “normais” durante a partida, 21 deles em menos de dois períodos beira o absurdo.

20. Nunca gostamos de encerrar esse 20M de forma triste mas a vida é comolicada certas vezes. Antes do jogo entre Tucson Roadrunners e Manitoba Moose na AHL, o jogador Craig Cunningham (capitão do Roadrunners e jogador do Coyotes) acabou passando mal durante os warmups e sendo levado para o hospital local de Tucson. Toda força do mundo!