20 Minutos – Edição 16

1. Hell yeah, estamos de volta! (Ainda que pela enésima vez)

2. É um prazer estar escrevendo novamente após 5 meses longe dos teclados, papeis e caneta. Que dia maravilhoso.

3. Matt Duchene finalmente saiu do Avalanche e como disse Erik Johnson: “Agora temos um grupo nesse vestiário que vai remar na mesma direção, esperamos que isso se transforme em mais vitórias”. Apesar de não ser o homem mais feliz do mundo durante todo processo, Duchene foi o mais profissional possível. Ou pelo menos ele tentou ser, como é possível ver nessa foto.

4. Pensamentos altos sobre a troca: Joe Sakic foi amaldiçoado por meio mundo de gente (inclusive esse cidadão que vos fala) por ter esperado demais para trocar Duchene. Mas Sakic esperou, esperou, esperou e saiu da mesa como o vencedor da noite. Analisando o retorno que o Avalanche teve (escolhas de 1*, 2* e 3* round em 2018 , Vladislav Kamenev, Shane Bowers, Samuel Girard e Andrew Hammond), Sakic fez a melhor decisão possível em segurar o jogador e o trocar apenas pelo preço certo.

4b. Números atualizados de Matt Duchene no Senators: 7 jogos, 0 pontos.

Adquirido para ser a última peça de uma possível Stanley Cup, Duchene segue em branco por sua nova equipe. (Créditos: Denver Post)

4c. No meio disso tudo, Kyle Turris foi trocado para o Nashville Predators e recebeu uma extensão de 33M/6yrs. 

5. Na divisão mais aberta (e discutivelmente, mais fraca) da NHL, eu fui um dos muitos que apostou forte no Arizona Coyotes para lutar por uma das vagas para os playoffs na divisão pacífica. Ainda que não propositalmente, o Puck Brasil zicou o Coyotão da massa. A equipe teve de esperar 20 partidas (e 17 derrotas) para vencer a primeira no tempo normal e começar a se arrumar, Antti Raanta você precisa fazer algumas defesas e não machucar tanto.

6. Apesar de tamanha desgraça, Clayton Keller da mostras de ser a versão do deserto de Johnny Gaudreau, se colocando como um dos favoritos na corrida pelo Calder Trophy, prêmio de melhor rookie do ano.

7. Respire, Montreal, Carey Price volta nesse sábado contra o Buffalo Sabres.

8. Falando sobre Montreal, se a temporada se caminhar para a desgraça que vai sendo vista, não se surpreenda se o Canadiens entrar em um rebuild ou pelo menos pensar seriamente sobre um.

9. Ainda sobre Marc Bergevin e o Canadiens, é claro que a troca entre Shea Weber por PK Subban não aconteceu da forma que o GM do Canadiens esperava. Enquanto sua franquia sofre com os resultados ruins, Subban e o Predators já foram a Stanley Cup Finals na primeira temporada pós-trade. Travis Yost, colunista da TSN, levantou a possibilidade do Canadiens tentar trocar Weber novamente para um time que precise de um defensor #1 (Hello Maple Leafs!). Difícil? Com certeza. Impossível? Veremos.

10. Se Marc Bergevin for demitido, quem vai se esconder atrás das plantas na reunião dos GM’s?

11. Logicamente, Teemu Selanne e Paul Kariya foram as estrelas do Hall da Fama 2017 mas esse pobre homem ficou miseravelmente feliz de ver Dave Andreychuk e Mark Recchi serem indicados a eternidade. 

12. Morte, impostos, falta de dinheiro e o Chicago Blackhawks em outro Winter Classic.

13. É estranho tentar pensar como funciona a cabeça de um GM da NHL, principalmente quando esse GM é o glorioso Peter Chiarelli do Edmonton Oilers. Após trocar Taylor Hall e Jordan Eberle por preços (no mínimo) questionáveis em duas offseason seguidas, o Oilers sofre com falta de apoio ofensivo longe das estrelas Connor McDavid/Leon Drasailt. Quando a coisa pareceu melhorar com o 6-2 contra o Red Wings mas a derrota por 3-1 para o Buffalo Sabres parece ter sido mais um ponto baixo na temporada de Connor McDavid e companhia.

#97 é a maior esperança dos torcedores do Oilers para retornar à Stanley Cup Final, mas sem apoio fica difícil… (Créditos: Sportsnet)

13b. Connor McDavid + Leon Drasailt + Milan Lucic + Ryan Nugent-Hopkins = 33 milhões de Trumps contra o Salary Cap em 18-19.

14. Quer entender qual a peça mais importante em um time de hóquei? Veja a temporada passada e a presente do goleiro do Oilers, Cam Talbot.

15. Demorou 86 chutes a gol mas Brent Burns FINALMENTE marcou seu primeiro gol na temporada.

16. Mais uma pra ficar de olho: Existe a possibilidade da KHL não liberar seus jogadores para a disputa das olimpíadas de inverno.

17. Todo ano é um rumor novo e diferente sobre o Toronto Maple Leafs e algum defensor jovem e que pode assumir o papel de defensor #1 na equipe. Em 2016 foi James van Riemsdyk por Dougie Hamilton, esse ano foi o rumor (inexplicável) de Oliver Ekman-Larsson por William Nylander. Ah, a mídia de Toronto…

18. Desde 1995, eis a lista dos times que venceram Stanley Cups e seus defensores #1: Scott Stevens/Scott Niedermayer (Devils 95, 00, 03), Sandis Ozolinsh (Avalanche 96), Nicklas Lidstrom (Red Wings 96, 98, 02, 08), Derian Hatcher/Sergei Zubov (Stars 99), Rob Blake (Avalanche 01), Scott Niedermayer/Chris Pronger (Ducks 07), Kris Letang (Penguins 09, 16, 17*), Duncan Keith (Blackhawks 10, 13, 15), Zdeno Chara (Bruins 11) e Drew Doughty (Kings 12, 14)

*= Kris Letang não jogou os playoffs de 2017

18b. Em 22 anos, apenas duas equipes venceram a Stanley Cup sem um bonafide #1 defensor. Tampa Bay Lightning 2004 e Carolina Hurricanes 2006 que contaram com fortes linhas ofensivas e atuações brilhantes de seus goleiros.

Apesar de não ter um defensor espetacular em sua frente, “The Bullin Wall” foi o suficiente para levar a Stanley Cup do Lightning em 2004. (Créditos: Sports Illustraded)

19. POR FAVOR, EU DISSE POR FAVOR, CANUCKS, NÃO ESTRAGA O BROCK BOESER.
20. Fique de olho no seu Puck Brasil, vem muita coisa boa por aí.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s