Do Velho Mundo – Campeões Por Todo Lado, Wolfsburg Tenta a Vingança e mais

Do Velho Mundo – Campeões Por Todo Lado, Wolfsburg Tenta a Vingança e mais

Bom dia, boa tarde, boa noite! Segundo o departamento de estatísticas avançadas da universidade de Cambridge, essa é a vigésima quinta edição desta coluna. Ou seja, estamos celebrando as bodas de prata (???????????)!

Falando em prata, muitos times buscando o ouro na Europa nesse momento, sendo que alguns já alcançaram. Começamos nosso tour semanal justamente com a busca pelo ouro na Aústria:

EBEL

O terceiro jogo das finais foi em Viena, Capitals e KAC trocaram gols por dois períodos como se estivessem em um tiroteio por sua vida, o que mais ou menos é verdade. Os times entraram no período final de jogo empatados em 5-5, o Capitals conseguiu aproveitar um power play e passou a frente, o KAC pressionou, tentou, mas o time da casa ainda marcou um gol nos segundos finais, quando o goleiro do KAC já estava no banco. Capitals 7-5 KAC o placar final, com isso o time de Viena estava a uma vitória do título.

No quarto jogo o time da Capital entrou precisando de uma vitória para ser campeão, o KAC precisava de uma vitória para começar um milagre. O time da casa abriu o placar, o Vienna Capitals empatou e virou, o KAC empatou o jogo novamente, isso tudo no primeiro período. Com 5 minutos do segundo período, Ryan Connor McKiernan colocou o Vienna Capitals novamente na frente, David Kickert, goleiro do time de Viena, fez grandes defesas, saindo do jogo com 40 defesas. Ao final dos 60 minutos, o Vienna Capitals acabou vencendo o jogo por 3-2.

O Vienna Capitals fez campanha incrível durante todas as fases, foram 12 derrotas na temporada regular (6 no tempo normal e 6 na prorrogação), na segunda fase foram 3 derrotas, todas no tempo normal, e nenhuma derrota na pós-temporada. O time se colocou como favorito o tempo todo e cumpriu o que prometeu, um campeão sem contestação. Esse foi o segundo título do Vienna Capitals, 12 anos após o primeiro, vindo de uma campanha quase surreal e que finalmente alcança o desejado troféu. Parabéns ao Vienna Capitals por essa incrível façanha! EBEL Österreich Meister!

capitals_GEPA
A festa do campeão da Áustria e da EBEL (Foto: GEPA)

DEL        

Nas semifinais faltava uma série para ser decidida, então no sexto jogo o Grizzlys Wolfsburg fez 3-0 em casa, com uma grande partida de seu goleiro, Felix Brückmann, encerrando as semifinais. Com isso as finais da DEL foram definidas, repetindo os finalistas da temporada passada, o Wolfsburg tenta a vingança, o München o bicampeonato.

Red Bull München e Grizzlys Wolfsburg entraram no gelo para disputar o primeiro jogo das finais no domingo, 9/04, os visitantes saíram na frente já no final do primeiro período, então o time de Munique equalizou o placar, pouco depois o Wolfsburg passou a frente novamente e já no terceiro período, o Red Bull empatou outra vez. O jogo foi para a prorrogação, 20 minutos não foram suficiente para decidir um vencedor, na segunda prorrogação Dominik Kahun marcou o gol vencedor para o time de Munique, assim capturando o primeiro jogo da série.

NLA               

Começamos falando na verdade da NLB, SC Langhental venceu a liga após uma série muito difícil contra o SC Rapperswil-Jona Lakers, foram 7 jogos sempre com placar apertado. Isso qualificou o Langhental a disputar uma vaga na NLA contra o Ambri-Piotta. Na primeira partida, o Ambri-Piotta venceu por 4-2 em sua casa. No segundo jogo o Ambri-Piotta voltou a vencer, dessa vez com dificuldades, o Lakers conseguiu sair a frente, o Ambri-Piotta empatou a partida e virou na prorrogação, mas com isso fez 2-0 na série de qualificação para NLA.

As finais da NLA começaram com uma vitória avassaladora do Bern sobre o Zug, o time de Berna fez dois períodos muito bons, marcou 5 gols e venceu o primeiro jogo com facilidade.

O segundo jogo teve o Zug abrindo o placar, no segundo período o Bern marcou dois gols, o Zug um, então no terceiro período o Bern foi avassalador, marcando mais dois gols e vencendo o jogo por 4-2, assim fazendo 2-0 na série.

ELH          

As semifinais da principal liga do país de Jaromir Jagr continuaram com o jogo 3 da série entre Bílí Tygri e Piráti, além do jogo 5 entre Mountfield e Kometa. Assim foram definidas as semifinais:

Bílí Tygri Liberec vs Piráti Chomutov: O terceiro jogo foi muito disputado, o Piráti aproveitou sua casa e pressionou o time de Liberec, os gols saíram apenas no período final, o time da casa marcou duas vezes e venceu o jogo, conseguindo sua primeira vitória na série. No dia seguinte, o jogo começou com o Bílí Tygri abrindo o placar, mas no segundo período o Piráti virou e colocou 2 gols de diferença, o Liberec diminuiu, com tudo o Chomutov marcou mais um e venceu por 4-2, igualando as vitórias na série. A quinta partida foi novamente em Liberec, o time da casa saiu na frente, mas não muito depois o Piráti empatou, então no segundo período o Bílí Tygri voltou a frente e não mais tivemos gol, vitória de 2-1 do Liberec no jogo e 3-2 para o time na série. O sexto jogo foi muito equilibrado nos números, porém o placar mostrou outra coisa, já que o Bílí Tygri Liberec marcou 4 gols e o Piráti Chomutov

Mountfield HK vs Kometa Brno: A quinta partida foi nos domínios do Mountfield, mas novamente o Kometa conseguiu sobressair o dono da casa e venceu por 3-1 com uma grande partida de Jakub Krejcik, que anotou 2 gols e 1 assistência, com isso o Kometa fez 3-2 na série. Então no sexto jogo o Mountfield entrou disposto a sobreviver, mas o problema foi que marcou apenas 1 gol quando teve controle do jogo, já no terceiro período o Kometa marcou o gol de empate, levando o jogo para a prorrogação, Então já perto dos minutos finais da primeira prorrogação, Hynek Zohorna marcou o gol da vitória e da classificação do Kometa, o 2-1 no sexto jogo foi o suficiente para fechar a série e garantir o time de Brno nas finais.

KometaMichal Beránek Sport
A festa do Kometa Brno e de sua torcida após garantir vaga nas finais (Foto: Michal Beránek/Sport)

As finais da ELH serão entre Bílí Tygri Liberec e Kometa Brno farão o embate pelo título. É um duelo da melhor campanha contra a sexta campanha, mas nada garante que o melhor colocado na temporada regular vai levar a melhor, mas o Bílí Tygri é favorito e o Kometa irá tentar superar esse favorito.

SHL                    

Continuamos nossas aventuras na Suécia a partir das semifinais, uma série no jogo 3 e a outra no jogo 2. Esse foi o desenrolar durante a semana:

HV71 vs Malmö: Com tudo igual na série, o terceiro jogo foi disputado em Jönköping, o time da casa teve muita tranquilidade para marcar gols, enquanto o Malmö conseguiu marcar apenas 1, o HV71 venceu por 5-1 e fez 2-1 na série. De volta a Malmö, o time da casa começou vencendo, porém o HV71 dominou o restante do jogo e acabou vencendo por 4-2, ficando a uma vitória apenas de vencer a série. O HV71 aproveitou seus domínios para dominar o Malmö outra vez, saiu na frente e mesmo com os visitantes empatando o jogo, o HV71 abriu margem para vencer sem sustos por 4-2 e fechar a série, se classificando para as finais da SHL.

Frölunda vs Brynäs: O segundo jogo foi um passeio do Frölunda, mesmo em Brynäs, o time favorito goleou por 6-1 e igualou a série. No terceiro jogo, o Frölunda voltou a dominar a partida, voltou a marcar 6 gols e venceu dessa vez por 6-3, fazendo 2-1 na série. A quarta partida foi um duelo equilibrado, contou 2 viradas no placar e o gol decisivo no minuto final, o Brynäs abriu os trabalhos, o Frölunda virou, o Brynäs virou novamente, o Frölunda empatou, mas no minuto final o embate foi definido com um gol de Kevin Clark, o Brynäs venceu por 4-3 e igualou as vitórias na série em 2 vitórias para cada time. O Frölunda dominou o jogo 5, marcou 4 gols e venceu por 4-0 sem dificuldades, assim fazendo 3-2 na série em seu favor.

Liiga                                     

As semifinais da Liiga começaram, com favoritos e uma surpresa chegando a essa fase, dois continuarão na disputa da Kanada-malja. Os duelos em série melhor de 7 jogos começaram assim:

Tappara vs HIFK: A partida de abertura da série foi uma vitória até tranquila do Tappara, o time marcou dois gols no segundo período, Dominik Hrachovina fechou o gol e o Tappara venceu o primeiro jogo. O segundo jogo teve domínio do Tappara novamente, mesmo em Helsinque, fez 5-0 no jogo e relaxou um pouco, o HIFK conseguiu marcar 2 gols e assim terminou a partida, 5-2 Tappara e 2-0 na série. No terceiro jogo os times dividiram as ações do jogo, com tudo o HIFK marcou 3 gols, um em cada período, já o Tappara marcou 2 gols apenas, assim o HIFK venceu por 3-2 e garantiu sua primeira vitória na série. Então, de volta a Helsinque, o Tappara tomou controle novamente e bateu o HIFK em sua casa outra vez, 2-0 para o time de Tampere e 3-1 na série.

KalPa vs JYP: O primeiro jogo da série teve uma vitória do KalPa por 2-0, mesmo o JYP tendo mais disparos ao gol e ficando mais tempo com o disco, o KalPa soube aproveitar as chances que teve e venceu o jogo, no fim, é isso o que importa. Na segunda partida o KalPa voltou a marcar todos os gols do jogo, a diferença para o primeiro foi o maior equilíbrio, mas ainda sim a vitória por 3-0 deu o jogo ao KalPa. A terceira partida foi um duelo dos goleiros, mas apenas um deles saiu com o jogo perfeito e foi Juho Olkinuora, com 31 defesas, enquanto Anssi Löfman marcou o único gol do jogo, os dois deram a vitória ao JYP, assim fazendo 2-1 na série em favor do KalPa. No quarto jogo os números foram equilibrados, dessa vez foi Juho Olkinuora quem conseguiu o shutout, o JYP marcou dois gols e venceu por 2-0, empatando a série em 2-2.

EIHL

No Reino Unido o final de semana foi decisivo para a pós-temporada da EIHL, as semifinais, disputa do terceiro lugar e a final, todos os jogos disputados em Nottingham. No sábado tivemos dois embates, e assim eles se desenrolaram:

Cardiff Devils vs Dundee Stars: O Dundee começou vencendo o jogo, mas o time do País de Gales deu a volta por cima, marcou 4 gols e acabou se credenciando para a final.

Belfast Giants vs Sheffield Steelers: O Giants como favorito dominou a partida o tempo quase todo, com tudo parou em Ervins Mustukovs, goleiro do Sheffield. Já o Steelers, por outro lado, marcou um gol e quando o Giants tirou o goleiro quase que no desespero, selou a classificação a final com a vitória por 2-0.

Então no domingo Belfast Giants e Dundee Stars entraram primeiro para a decisão do terceiro lugar no que foi um jogo de 23 gols! Escócia contra Irlanda do Norte, após o primeiro período terminar 4-4, o Belfast foi superior no segundo e terceiro período, marcando mais 11 gols, enquanto o Dundee marcou “apenas” 4 gols, o jogo terminou 15-8 para o Giants, que ficou com o 3º lugar dos playoffs.

A final foi uma partida equilibrada, mas ainda sim com muitos gols, Sheffield marcou 5 e Cardiff também 5, o jogo foi para a prorrogação, para uma segunda prorrogação. A segunda prorrogação teve maior domínio do Steelers, que pressionou, tentou até que Levi Nelson marcou o gol do título. O Sheffield Steelers venceu o jogo por 6-5, levou a copa e impediu o Cardiff Devils de vencer todos os títulos na temporada. O Steelers pode gritar We Are The Champions!

steelers
O Sheffield Steelers conseguiu quebrar a hegemonia do Cardiff e foi campeão dos playoffs (Foto: EIHL/Sheffield Steelers/via)

SML         

Com duas vitórias para cada time, o quinto confronto da série final da principal liga francesa foi uma batalha entre forças iguais. Rapaces e Dragons trocaram gols nos dois primeiros períodos, quando o período decisivo começou os times empatavam em 2-2. Dividindo as ações no terceiro período, qualquer coisa era possível, já na metade do período do Rapaces passou a frente no placar, conseguiu segurar o 3-2 e venceu o quinto jogo.

Na sexta partida, era título ou jogo 7, o Gap entrou pronto para ser campeão e o Rouen pronto para vencer. O embate foi equilibrado, mas novamente a qualidade do time pesou e nisso o Rapaces levava a melhor, o Dragons até tentou, mas o poder do Gap falou mais alto. O time visitante venceu a partida por 4-2, garantindo seu quarto título.

rapaces_François Béguin
A festa do Gap em Rouen (Foto: François Béguin)

O Gap Rapaces foi o melhor time toda a temporada: fez a melhor campanha na temporada regular, foi muito bem na pós-temporada e nas finais, mesmo com o Rouen Dragons conseguindo jogar muito bem, ser o melhor time no papel ajudou. Dentro da França, era praticamente impossível ter uma equipe que o batesse, aparentemente o favoritismo não pesou, pareceu ter impulsionado Les Rapaces de Gap para conquistar o Graal. O título acabou coroando uma campanha incontestável do time de Gap, parabéns ao campeão! Nous Sommes Champions!

rapaces_parada_le dl-alexandre ollivieri
A parada dos campeões em Gap (Foto: Le DL/Alexandre Ollivieri)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s