The Waiting is Over! Sam Rosen Está no Hall da Fama!

sam_rosen_nhlsite
Sam Rosen, hall da fama (Foto: NHL.com)

O Hall da Fama do Hóquei é o destino sonhado por muitos jogadores, mas também é alcançado por pessoas que contribuem muito pelo esporte. Executivos, técnicos, donos de equipes também são eleitos juntos aos jogadores, mas há uma área reservada para jornalistas e quem se envolve com as transmissões em televisão e rádios, narradores e comentaristas. Esse ano Pat Quinn (in memoriam) foi induzido como um contribuidor, Eric Lindros, Sergei Makarov, Regie Vachon entraram como jogadores, Bob Verdi foi recebeu o prêmio Elmer Ferguson Memorial, pela excelência em jornalismo e Sam Rosen recebeu o prêmio Foster Hewitt Memorial, por contribuições marcantes como radiodifusor de hóquei.

Rosen tem sido a voz do New York Rangers por 32 anos, mas sua história de paixão e contribuição aos esportes começa muito antes. Nascido Samuel Rosenblun em Ulm, na Alemanha, vindo de uma família judia da Polônia em 1947, dois anos após a segunda guerra. Seus pais sobreviveram ao holocausto promovido pelo governo nazista e quatro anos após a guerra, a família Rosenblun se mudou para o Brooklyn, em Nova York.

Ele cresceu apaixonado pelo New York Yankees e New York Rangers, frequentava os jogos dos dois times e isso o impulsionou a trabalhar com esportes. Ainda no ensino médio foi capitão do time de beisebol da escola, onde jogava como catcher, além de também praticar atletismo e basquete, na faculdade foi também capitão do time de beisebol, mas sua carreira era em outra área. Rosen acabou se envolvendo com a radiodifusão ainda na faculdade, trabalhou no departamento de notícia da WINS, uma rádio local da área metropolitana de Nova York filiada a CBS.

Então em 1970 sua carreira como jornalista esportivo começou, Sam Rosen foi contratado para apresentar as estatísticas na rádio do New York Knicks, além de repórter para a WNAB-AM, rádio de Connecticut, no ano seguinte se transferiu para a WICC-AM, também de Connecticut e ficou lá até 1973. Em setembro de 1973 Rosen foi contratado pela UPI Radio Network, depois arrumou outro emprego na WNEW-AM onde narrava jogos do New York Cosmos. Em suas narrações de futebol, Rosen acabou criando o bordão “It’s a Cosmos goal!”, que anos mais tarde seria adaptado e se transformaria em “It’s a power play goal!”. Nessa época Sam também arrumou um emprego na WPIX-TV, onde narrava jogos de pré-temporada de Jets e Giants, os time de Nova York na NFL.

Foi então que em 1979 ele conseguiu um emprego na ESPN, que estava em seus princípios, nesse período narrou de tudo, de hóquei no gelo, futebol australiano, tênis de mesa até beisebol e luta olímpica universitária. Seu emprego na ESPN foi até 1988, nessa época ele tinha outro emprego na MSGNetwork, onde era âncora de estúdio nos jogos do New York Rangers e por vezes narrava jogos na rádio. Nesse período ele teve Jim Gordon como seu tutor, o antigo narrador do New York Rangers ensinou muito do ofício segundo o próprio Sam. Ainda pela MSGNetwork ele narrou boxe, que rendeu a ele venceu o prêmio Sam Taub, oferecido pela Associação dos Escritores de Boxe da América,  em 1989, Sam fez essa função até 1993. Desde 1996 Sam Rosen também narra jogos da NFL na Fox Sports, também narrou jogos da Stanley Cup na NHL Radio de 1996 até 2008, além de narrar jogos na Versus/NBC Sports Networks, durante os playoffs da NHL.

John Davidson
Sam Rosen e John Davidson em 1994 (Foto: Getty Images)

Voltando ao ano de 1984, assim que Jim Gordon deixou o cargo de narrador do New York Rangers na MSGNetwork, Sam Rosen virou a voz oficial do time. Trabalhou ao lado de Phil Esposito, lendário jogador do Boston Bruins e New York Rangers, além de membro do hall da fama, a parceria entre os dois terminou com a temporada 1986-87, quando Esposito assumiu o cargo de general manager do Rangers. Então nos vinte anos seguintes Rosen teve como colega de transmissão John Davidson, antigo goleiro do St Louis Blues e New York Rangers, a parceria deles teve seu auge durante a temporada de 1993-94, onde o Rangers venceu a Stanley Cup após 54 anos de espera. Foram muitos “Oh Baby!”, o bordão de Davidson, durante os 20 anos que trabalharam juntos, então Davidson foi trabalhar no St Louis Blues e depois assumiu a presidência do Columbus Blue Jackets. Desde 2006 Joe Michelleti é o parceiro de Rosen nas transmissões da TV do Madison Square Garden.

Como fã do New York Rangers, de hóquei no gelo e esportes em geral, o sonho dele de narrar jogos do time começou ainda na infância, onde gravava narrações de jogadas do Rangers. Aos 69 anos de idade, passou quase metade de sua vida narrando jogos do time, se não conseguiu ser um atleta, Rosen conseguiu contribuir para os esportes usando sua voz. Sua narração mais marcante veio ao término do jogo 7 das finais da Stanley Cup em 1994, quando o New York Rangers garantiu sua quarta copa a emoção de Sam resultou nas palavras: “The Waiting is over! The New York Rangers are Stanley Cup champions! And this one will last a lifetime!” (“A espera acabou! O New York Rangers é campeão da Stanley Cup! E esta vai durar uma vida” – em tradução livre). Rosen também divide outro momento marcante na campanha do Rangers em 1994: no jogo 7 da final de conferência Stephane Matteau marcou o gol vitorioso na segunda prorrogação, a maioria do público ouviu a narração da TV, fosse de Sam Rosen ou de Gary Thorne, na ESPN, com tudo o que ficou marcado foi a narração de Howie Rose na rádio da MSGNetwork com o famoso “Matteau, Matteau, Matteau!”, a voz do New York Rangers foi eclipsada pelo narrador e torcedor do rival de Long Island e toda sua emoção.

A narração de Rosen no famoso de Stephane Matteau:

Como vencedor do Foster Hewitt Memorial, Sam Rosen se junta a nomes como Fred Cusick, Bob Cole, Bob Miller, Mike Lange, Mike “Doc” Emerick no hall da fama do hóquei e com totais méritos. Após 32 anos de serviços como a voz do New York Rangers ele chega ao local que merece, um narrador único e icônico que tem paixão e dedicação ao esporte e é querido por aqueles que ouvem suas narrações. Rosen também está no National Jewish Sports Hall of Fame desde 2008. Durante sua carreira foi indicado a prêmios do Emmy de Nova York, não venceu, mas teve a honra de ser nominado por oito vezes em duas categorias diferentes.

sam_hof
Sam Rosen após receber o prêmio Foster Hewitt Memorial (Foto:MSG Networks)

Nem todos conseguem realizar seus sonhos, mas o dom de Sam garantiu a ele lugar no mundo dos esportes, é muito respeitado e admirado por colegas de profissão, além de ser muito querido pela torcida do New York Rangers. Muito dedicado a profissão, inspirou seu filho Matt Rosen (Matthew Rosenblun) a seguir na carreira. Além de Matt, Sam tem outro filho chamado Garrett, além de dois netos, além de sua esposa Jill. Sua paixão o faz chegar ao patamar máximo do reconhecimento pela empresa que trabalha, Rosen tem carta branca para continuar a ser a voz do New York Rangers até quando ele desejar ou for possível, aos 69 anos de idade Rosen se inspira na brilhante carreira de Vin Scully, lendário narrador do Los Angeles Dodgers que se aposentou recentemente aos 88 anos de idade. Após tanto tempo e tanto reconhecimento, apenas o amor e devoção a sua profissão e ao time que dá voz impulsionam um homem como Sam Rosen, que deve continuar sendo a voz dos Blueshirts por quanto tempo for capaz de fazer isso.

Abaixo algumas das narrações famosas ou de momentos importantes feitas pelo hall da fama Sam Rosen

A mais famosa narração:

O 9º hat-trick de Wayne Gretzky nos playoffs:

Mike Richter enfrenta Pavel Bure em um penalty Shot (jogo 4 das finais da Stanley Cup de 1994):

Melhores momentos do jogo 7 da Stanley Cup de 1994:

Narração do que seria o último gol de Jaromir Jagr em temporada regular pelo Rangers:

Gols de Derek Stepan contra o Columbus Blue Jackets em 2015:

 

Defesa espetacular de Henrik Lundqvist contra o Boston Bruins:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s